Van Gogh

A glória é muito boa, mas, vede, ela é para o artista o que o alfinete é para esses insetos. (Cartas à Théo, p. 257)