Ernst Gombrich

Por vezes, vemos as pessoas caminhando por uma galeria de arte, de catálogos na mão. (…) Podemos observá-las folheando seus livros e, logo que encontram o título ou nome da obra, seguem em frente. Não faria diferença alguma se tivessem ficado em casa, pois mal olharam para a pintura. (A História da Arte, p.18)